A plenária do Conselho Estadual de Educação da Paraíba do dia 11 de abril ocorreu na Escola Estadual Indígena de Ensino Fundamental e Médio Cacique Iniguaçú, na Aldeia Tramataia, município de Marcação e Território Indígena Potiguara.
A sessão reuniu conselheiros, caciques e lideranças indígenas, além da representação expressiva da Organização de Professores Indígenas Potiguaras.
Foram objetos de análise os avanços e desafios atinentes à Educação Escolar Indígena. Em particular discutiu-se a Meta 15 do Plano Estadual de Educação da Paraíba (Lei 10.488/2015). A meta é inovadora no cenário nacional pois não consta no Plano Nacional de Educação, sendo uma proposta do Conselho Estadual de Educação da Paraíba e Secretaria de Educação, sendo referendada pela Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba.
O debate estendeu-se durante toda a manhã e parte da tarde e dele surgiram várias propostas de reuniões técnicas, além de pedido de parecer por parte dos professores indígenas ao CEE.
O CEE-PB colocou-se à disposição, no marco de suas competências legais e regimentais, do povo Potiguara para que o Estado siga avançando na Educação Escolar Indígena, prezando por sua autonomia e importância para o desenvolvimento multidimensional.